Página inicial do sítio > Informação > Notícias (Press Review) > Portugal (Notícias) > UGT denuncia em Paris existência de "dois milhões de pobres em (...)

UGT denuncia em Paris existência de "dois milhões de pobres em Portugal"

quinta-feira 1 de Outubro de 2015, por Destak

Todas as versões deste artigo : [français] [Português]

Paris, 01 out (2015) - Carlos Silva, secretário-geral da União Geral de Trabalhadores (UGT), denunciou, hoje, em Paris, a "existência de dois milhões de pobres" em Portugal, muitos deles trabalhadores.


"Temos em Portugal dez milhões de pessoas, dois milhões são pobres. Entre os pobres, há os jovens, os idosos, e também os trabalhadores, pessoas ativas que são pobres porque o salário delas não é um salário decente", declarou Carlos Silva, defendendo "um salário mínimo em toda a Europa".

O secretário-geral da UGT falava em conferência de imprensa durante o 13º Congresso da Confederação Europeia de Sindicatos, que começou a 29 de setembro e que termina esta sexta-feira, a 02 de outubro, na Maison de la Mutualité, em Paris.

Destak


PortugalVivo

Tous droits réservés (Portugal Vivo®) Ce site ainsi que sa charte graphique sont protégés par un copyright© international qui interdit toutes reproductions mêmes partielles.
La société Portugal Vivo® est habilitée à poursuivre toutes personnes morales ou physiques violant le copyright©
Dans le cadre de la revue de presse, Portugal Vivo utilise des articles ou photos dont il nâ€â„¢est pas lâ€â„¢auteur. Ces éléments restent la propriété de leur auteur. Portugal Vivo cite systématiquement le journal source avec un link vers celui-ci.
Mentions Légales : PORTUGAL VIVO - 102 avenue des Champs Elysées, 75008 Paris - France | SARL au capital de 15.000 ââ€Å¡¬uros - R.C.S. Paris B 441 119 286 | Représentant Légal : Jorge Loureiro | email : net@portugalvivo.com