Página inicial do sítio > Informação > Notícias (Press Review) > Portugueses no Mundo > Maria de Medeiros na UNESCO

Maria de Medeiros na UNESCO

Eleita «Artista para a Paz»

quinta-feira 21 de Fevereiro de 2008, por O Primeiro de Janeiro

Todas as versões deste artigo : [français] [Português]

Maria de Medeiros foi nomeada “Artista UNESCO para a Paz” e é a primeira portuguesa a alcançar tal distinção. A nomeação pretende tirar partido da “visibilidade, carisma, qualidade artística, polivalência, sensibilidade e empenho nas grandes causas do mundo contemporâneo.


É sem dúvida uma grande honra para mim. Foi uma surpresa quando me contactaram, mas sinto um grande orgulho e também uma grande responsabilidade”, declarou Maria de Medeiros depois de ter sido eleita «Artista da UNESCO para a paz». “Estou seguro de que Maria de Medeiros valorizará e dignificará os altos valores da UNESCO em domínios tão diversos como a promoção da criatividade, das artes vivas, das indústrias culturais e da educação artística”, afirmou o director-geral da UNESCO, Koichiro Matsuura, que presidirá à cerimónia de nomeação, a 17 de Março em Paris.

Sobre este reconhecimento, a artista afirmou que “todo o trabalho artístico é naturalmente orientado para a paz.”

Maria de Medeiros explicou a sua adesão ao novo “papel” que interpretará para a UNESCO, reconhecendo que “a cultura, a educação e a paz são valores fundamentais, a que uma pessoa adere automaticamente”.

O maestro António Vitorino de Almeida, pai de Maria de Medeiros, foi informado pela agência Lusa sobre esta nomeação e admite tratar-se da “escolha acertada”.

“É alguém profundamente interessada nos problemas portugueses, na cultura portuguesa”, contou à Lusa o maestro, sublinhando a convicção “política mas não partidária” da filha. “Não tem qualquer submissão partidária, é apaixonada e independente”, contou Vitorino de Almeida.

A primeira portuguesa a ser nomeada “Artista UNESCO para a Paz” considera que esta distinção pode contribuir para dar maior visibilidade à arte e aos artistas portugueses: “É uma grande esperança que tenho e vou trabalhar nesse sentido”. “Não nos faltam artistas - temos em Portugal um grande potencial artístico. Falta é uma política de promoção destes artistas”, sublinhou Maria de Medeiros.

Também Vitorino de Almeida aproveitou o momento para valorizar as expressões artísticas portuguesas e criticar a actual reforma do ensino artístico proposta pela ministra da educação:”a arte em Portugal tem de lutar por si própria contra esta tirania destrutiva da cultura”.

A actriz, que recebeu o apoio do governo e que terá a companhia de João Cravinho, secretário de estado dos negócios estrangeiros, na cerimónia de nomeação, elogiou para já a promoção da educação artística que Portugal tem defendido no âmbito da UNESCO. “O governo propõe não só a presença das artes na educação, mas uma ‘educação pela arte’, que tem efeitos muito positivos”, explicou Maria de Medeiros.

Perfil

Das melhores da sua geração

Considerada das melhores actrizes da sua geração, Maria de Medeiros vive em Paris. Protagonizou grandes produções: foi Anaïs Nin em Henry & June, e mulher de Bruce Willis em Pulp Fiction, de Tarantino. Multipremiada como actriz (“Três Irmãos”), de Teresa Villaverde, por exemplo, valeu-lhe os Prémios de Melhor Actriz em Veneza, Valência e Cancun, Maria de Medeiros é também uma realizadora de sucesso, reconhecida internacionalmente por “Capitães de Abril”. Depois de ter cantado várias vezes ao longo da carreira de actriz, estreou-se no final do ano passado com “A Little More Blue”.

O Primeiro de Janeiro


PortugalVivo

Tous droits réservés (Portugal Vivo®) Ce site ainsi que sa charte graphique sont protégés par un copyright© international qui interdit toutes reproductions mêmes partielles.
La société Portugal Vivo® est habilitée à poursuivre toutes personnes morales ou physiques violant le copyright©
Dans le cadre de la revue de presse, Portugal Vivo utilise des articles ou photos dont il nâ€â„¢est pas lâ€â„¢auteur. Ces éléments restent la propriété de leur auteur. Portugal Vivo cite systématiquement le journal source avec un link vers celui-ci.
Mentions Légales : PORTUGAL VIVO - 102 avenue des Champs Elysées, 75008 Paris - France | SARL au capital de 15.000 ââ€Å¡¬uros - R.C.S. Paris B 441 119 286 | Représentant Légal : Jorge Loureiro | email : net@portugalvivo.com