Accueil > Informação > Notícias (Press Review) > Portugueses no Mundo > Mais de 550 alunos vão ficar sem aulas de português no sul do Luxemburgo - (...)

Mais de 550 alunos vão ficar sem aulas de português no sul do Luxemburgo - sindicato

sexta-feira 18 de Novembro de 2016, par Destak

Todas as versões deste artigo : [français] [Português]

O Sindicato dos Professores no Estrangeiro denunciou hoje a intenção da autarquia de Esch-sur-Alzette, no sul do Luxemburgo, acabar com o ensino integrado de português, uma decisão que afeta 550 alunos.


Segundo o secretário-geral do SPE, Carlos Pato, a comissão escolar de Esch-sur-Alzette decidiu a 8 de novembro pôr fim às aulas de português lecionadas nas escolas primárias da localidade, já a partir do próximo ano letivo, uma "decisão unilateral" que contraria os acordos entre os dois países.

"É mais uma afronta à comunidade portuguesa residente neste país, onde parece que não existe ministro da Educação [e] onde os diretores das escolas têm um enorme poder discricionário, sobrepondo-se aos acordos de cooperação no domínio da educação existentes entre Portugal e o Luxemburgo", criticou o dirigente sindical

Destak


PortugalVivo

Tous droits réservés (Portugal Vivo®) Ce site ainsi que sa charte graphique sont protégés par un copyright© international qui interdit toutes reproductions mêmes partielles.
La société Portugal Vivo® est habilitée à poursuivre toutes personnes morales ou physiques violant le copyright©
Dans le cadre de la revue de presse, Portugal Vivo utilise des articles ou photos dont il nâ€â„¢est pas lâ€â„¢auteur. Ces éléments restent la propriété de leur auteur. Portugal Vivo cite systématiquement le journal source avec un link vers celui-ci.
Mentions Légales : PORTUGAL VIVO - 102 avenue des Champs Elysées, 75008 Paris - France | SARL au capital de 15.000 ââ€Å¡¬uros - R.C.S. Paris B 441 119 286 | Représentant Légal : Jorge Loureiro | email : net@portugalvivo.com