Página inicial do sítio > Informação > Notícias (Press Review) > Portugal (Notícias) > Imprensa portuguesa na diáspora reclama ajuda anual e não extraordinária

Imprensa portuguesa na diáspora reclama ajuda anual e não extraordinária

Covid-19

quarta-feira 30 de Dezembro de 2020, por Destak

Todas as versões deste artigo : [français] [Português]

O Governo atribuiu 200.000 euros a 31 órgãos de comunicação social portugueses em 11 países para mitigar a crise causada pela covid-19, um valor considerado "simbólico" para alguns, mas que o setor gostaria que fosse anual e não extraordinário.


O presidente da Plataforma - Associação dos órgãos de comunicação social portugueses no estrangeiro, Carlos Pereira, disse à agência Lusa que este montante foi "bem-vindo", mas que não garante a sobrevivência dos media na diáspora que atravessam uma crise profunda.

Esta ajuda extraordinária do Governo português através da compra de publicidade institucional foi distribuída pelos 31 órgãos de comunicação social, cabendo à Rádio Alfa, em França, o maior valor: 40.000 euros.

Destak


PortugalVivo

Tous droits réservés (Portugal Vivo®) Ce site ainsi que sa charte graphique sont protégés par un copyright© international qui interdit toutes reproductions mêmes partielles.
La société Portugal Vivo® est habilitée à poursuivre toutes personnes morales ou physiques violant le copyright©
Dans le cadre de la revue de presse, Portugal Vivo utilise des articles ou photos dont il nâ€â„¢est pas lâ€â„¢auteur. Ces éléments restent la propriété de leur auteur. Portugal Vivo cite systématiquement le journal source avec un link vers celui-ci.
Mentions Légales : PORTUGAL VIVO - 102 avenue des Champs Elysées, 75008 Paris - France | SARL au capital de 15.000 ââ€Å¡¬uros - R.C.S. Paris B 441 119 286 | Représentant Légal : Jorge Loureiro | email : net@portugalvivo.com