Página inicial do sítio > Informação > Notícias (Press Review) > Lusofonia (pt) > I Festival Lusófono de Teatro Intimista

I Festival Lusófono de Teatro Intimista

Angola, Brasil, Cabo Verde, Moçambique e Portugal darão grandes momentos

quinta-feira 5 de Fevereiro de 2009, por Correio da Manhã

Todas as versões deste artigo : [français] [Português]

Dez companhias de teatro participam, desde ontem e até domingo, no I Festival Lusófono de Teatro Intimista de Matosinhos


Dez companhias de teatro de Angola, Brasil, Cabo Verde, Moçambique e Portugal participam, desde ontem e até domingo, no I Festival Lusófono de Teatro Intimista de Matosinhos, com um total de 12 espectáculos diferentes.

O festival, que se realiza nos vários espaços do reconstruído e recentemente reinaugurado Cine-Teatro Constantino Nery, conta também com um amplo programa de actividades paralelas que vão desde apresentações de livros até conferências, performances, oficinas de teatro e concertos.

O espectáculo de abertura é «Solo para palavras e sanfona de brinquedo», de Emannuel Marinho, do estado brasileiro do Mato Grosso do Sul, às 21h30.

Hoje apresenta-se a Companhia Njinga Mbande, de Angola, com o espectáculo «Sobreviver no Tarrafal».

O outro espectáculo do dia é «A Visita», uma co-produção do Centro de Criatividade de Póvoa de Lanhoso e do Teatro Invísivel, de Lisboa, com texto e encenação de Moncho Rodrigues.

Sexta-feira, é a vez de «Tratado do vão combate», um espectáculo de Márcio Januário, do Rio de Janeiro.

No programa paralelo destaca-se, neste mesmo dia, a apresentação do cantor e compositor cabo-verdiano Mário Lúcio de Sousa com abertura da cantora brasileira Ana Capicua.

A portuense companhia Pé-de-Vento apresenta sábado o espectáculo de teatro infantil «O sábio».

A Companhia Teatro Foradoeixo, do estado brasileiro de Santa Catarina mostra o seu espectáculo «O irmão Gémeo do morto» na Sala de Ensaio do Teatro, terminando o dia com uma da presenças mais destacadas neste festival a companhia moçambicana Teatro Gungu, com a peça «Homens, fracos e ciumentos», às 23h00.

Domingo, dia de encerramento do festival, o programa começa com «Araújo e Ofélia», obra infantil para teatro de marionetas de Beto Hinça.

O espectáculo de encerramento, às 21h30, é «Memórias Póstumas de Brás Cubas», uma estreia absoluta da Companhia Teatro Reactor, de Matosinhos, que antecede a cerimónia de entrega do Prémio de Mérito do I Festival Lusófono de Teatro Intimista de Matosinhos.

Correio da Manhã


PortugalVivo

Tous droits réservés (Portugal Vivo®) Ce site ainsi que sa charte graphique sont protégés par un copyright© international qui interdit toutes reproductions mêmes partielles.
La société Portugal Vivo® est habilitée à poursuivre toutes personnes morales ou physiques violant le copyright©
Dans le cadre de la revue de presse, Portugal Vivo utilise des articles ou photos dont il nâ€â„¢est pas lâ€â„¢auteur. Ces éléments restent la propriété de leur auteur. Portugal Vivo cite systématiquement le journal source avec un link vers celui-ci.
Mentions Légales : PORTUGAL VIVO - 102 avenue des Champs Elysées, 75008 Paris - France | SARL au capital de 15.000 ââ€Å¡¬uros - R.C.S. Paris B 441 119 286 | Représentant Légal : Jorge Loureiro | email : net@portugalvivo.com