Página inicial do sítio > Informação > Notícias (Press Review) > Lusofonia (pt) > Filme português abre 1eiro Festival da União Europeia na China

Filme português abre 1eiro Festival da União Europeia na China

quinta-feira 27 de Novembro de 2008, por Publico

Todas as versões deste artigo : [français] [Português]

O filme "Dot.com", de Luís Galvão Teles, abre segunda-feira o 1.º Festival de Cinema da União Europeia na China, que decorre até 20 de Dezembro em Pequim, com 24 obras de outros tantos países.


Trata-se também da única comédia do programa, o que, segundo os organizadores, é "uma maneira bem disposta" de iniciar o certame.

"Dot. Com", um filme de cerca de hora e meia estreado em Portugal em 2007, será exibido no Centro Cultural Francês, um dos quatro palcos do festival, com legendas em inglês e chinês.

O festival, organizado pela presidência francesa da União Europeia e a delegação da Comissão Europeia em Pequim, pretende "proporcionar um melhor conhecimento" da UE, "sublinhar a dimensão cultural da União" e "aumentar o intercâmbio com a China no campo audiovisual".

Apenas a Dinamarca, Malta e Roménia não estão representados no certame.

A programação inclui alguns dos filmes europeus recentes com maior sucesso internacional, entre os quais "La Môme" (La vie en rose), do francês Olivier Dahan, e "The Last King of Scotland" (O último rei da Escócia), do britânico Kevin Macdonald.

A selecção - um filme por cada país - teve em conta a actualidade e a adesão do público dos respectivos países, salientaram os organizadores.

"Não iremos mostrar filmes de vanguarda, só para cinéfilos", disse o embaixador da delegação da Comissão Europeia na China, Serge Abou, ao apresentar o festival.

A China importa apenas 40 filmes por ano, a esmagadora maioria dos quais norte-americanos.

Na semana passada, a co-produção germano-luxemburguesa "A2 Racer" era a única longa-metragem europeia em exibição em Pequim, contra cinco dos Estados Unidos.

Quanto ao número de salas, o domínio de Hollywood era ainda mais esmagador: o último 007, "Quantum of solace", por exemplo, estava a passar em trinta salas — mais 25 do que "A2 Racer" e mais, também, do que qualquer dos 13 filmes chineses em cartaz.

Publico


PortugalVivo

Tous droits réservés (Portugal Vivo®) Ce site ainsi que sa charte graphique sont protégés par un copyright© international qui interdit toutes reproductions mêmes partielles.
La société Portugal Vivo® est habilitée à poursuivre toutes personnes morales ou physiques violant le copyright©
Dans le cadre de la revue de presse, Portugal Vivo utilise des articles ou photos dont il nâ€â„¢est pas lâ€â„¢auteur. Ces éléments restent la propriété de leur auteur. Portugal Vivo cite systématiquement le journal source avec un link vers celui-ci.
Mentions Légales : PORTUGAL VIVO - 102 avenue des Champs Elysées, 75008 Paris - France | SARL au capital de 15.000 ââ€Å¡¬uros - R.C.S. Paris B 441 119 286 | Représentant Légal : Jorge Loureiro | email : net@portugalvivo.com