Página inicial do sítio > Informação > Notícias (Press Review) > Portugal (Notícias) > Economia já está a recuperar, mas os portugueses ainda não

Economia já está a recuperar, mas os portugueses ainda não

quinta-feira 6 de Março de 2014, por Publico

Todas as versões deste artigo : [français] [Português]

Passos Coelho disse que "ninguém tem dúvidas nenhumas de que estamos melhor".


Mas economistas e governantes não estão certos
“Se há portugueses a viverem melhor? Não tenho dúvidas que sim, mas a larga maioria não”, afirma Miguel Beleza. O antigo ministro das Finanças olha para o fim da recessão que chegou em março do ano passado depois de dois anos e meio de recessão, e diz que “ainda não se nota” no dia-a-dia dos portugueses.

E não é o único. As dúvidas são partilhadas pelos economistas, antigos ministros e representantes dos trabalhadores ouvidos pelo DN/Dinheiro Vivo, e vêm contrariar a posição do governo, que acredita que os portugueses estão a viver melhor. No Congresso do PSD, que se realizou no final de fevereiro, Passos Coelho disse mesmo que “ninguém tem dúvidas nenhumas”. Mas é mesmo assim?

“Penso que a diferença, se é que existe, é tão pequena que nem merece ser comentada. Há um poucochinho mais de emprego, mas não serve para deitar grandes foguetes”, afirma José Silva Lopes, referindo-se à redução de 143 mil desempregados desde o final de 2011. Como refere, “a grande maioria da população está pior e as indicações que temos para o futuro são aflitivas, com o FMI a alertar para uma nova vaga de austeridade”, que deverá condicionar o investimento privado e derrubar a leve melhoria do consumo das famílias. Além disso, a fatura do aumento de impostos ainda nem sequer foi paga. “Poucas pessoas se terão dado ao trabalho de fazer contas. E a verdade é que as consequências dos aumentos das taxas e redução de escalões [do IRS] só se sentirão em 2014. Eu só vou pagar o meu imposto relativo ao ano passado em maio e o mesmo acontece com os portugueses”, recorda.

Publico


PortugalVivo

Tous droits réservés (Portugal Vivo®) Ce site ainsi que sa charte graphique sont protégés par un copyright© international qui interdit toutes reproductions mêmes partielles.
La société Portugal Vivo® est habilitée à poursuivre toutes personnes morales ou physiques violant le copyright©
Dans le cadre de la revue de presse, Portugal Vivo utilise des articles ou photos dont il nâ€â„¢est pas lâ€â„¢auteur. Ces éléments restent la propriété de leur auteur. Portugal Vivo cite systématiquement le journal source avec un link vers celui-ci.
Mentions Légales : PORTUGAL VIVO - 102 avenue des Champs Elysées, 75008 Paris - France | SARL au capital de 15.000 ââ€Å¡¬uros - R.C.S. Paris B 441 119 286 | Représentant Légal : Jorge Loureiro | email : net@portugalvivo.com