Página inicial do sítio > Turismo Portugal > Regiões de Portugal > Açores > Açores > Casa vazias

Casa vazias

Ilha das Flores - Açores - Portugal

Todas as versões deste artigo : [français] [Português]

É entre a Fajãzinha e a Fajã Grande que fica a Aldeia da Cuada. A imigração dos anos 60 deixou as casas vazias. As pessoas que iam ficando mudaram-se ao longo dos anos para as povoações vizinhas.



Carlos e Teotónia Silva tiveram uma visão apaixonada há já 20 anos. Chamaram-lhes loucos. Mas eles perseguiram o sonho. Aos poucos, a aldeia foi tomando a sua forma actual, conservando as casas, chamadas pelos nomes dos seus antigos proprietários. São 16 casas, T1, T2 e uma grande, com seis quartos, classificadas hoje pelo Governo Regional dos Açores como “património cultural com interesse histórico, arquitectónico e paisagístico”. Aqui perdemo-nos neste Ocidente prometido, junto ao mar, com montanhas e cascatas a cobrir a retaguarda.

A cinco quilómetros fica a Fajã Grande, a vila mais ocidental da Europa. À nossa frente, só a América. Atrás de nós, o Poço do Bacalhau. A queda de água de várias dezenas de metros precipita-se nos degraus da ravina para se tornar nuvem numa lagoa. Mas como não se pode viver paisagens, passamos ao restaurante da Zona Balnear. As doses são de tal forma generosas que se optar pela excelente carne de vitela é aconselhável dividi-la com outro comental. Principalmente se já tiver aberto as « hostilidades » com as lapas locias. Depois de retemperadas as energias, rumamos ao Norte da ilha. O sol vai aparecendo modesto, depois esbanjador. É incrível como o clima muda, quase de quilómetro em quilómetro. Chegados à vila piscatória da Ponta Delgada e ao seu extremo norte, o Farol de Albernaz, um dos mais importantes para as travessias transatlânticas pela sua privilegiada localização geográfica. Ir mais além, de volta à Fajã Grande, só pelos trilhos pedestres que estão bem assinalados.


Il n'y a pas d'événements au calendrier.


PortugalVivo

Tous droits réservés (Portugal Vivo®) Ce site ainsi que sa charte graphique sont protégés par un copyright© international qui interdit toutes reproductions mêmes partielles.
La société Portugal Vivo® est habilitée à poursuivre toutes personnes morales ou physiques violant le copyright©
Dans le cadre de la revue de presse, Portugal Vivo utilise des articles ou photos dont il nâ€â„¢est pas lâ€â„¢auteur. Ces éléments restent la propriété de leur auteur. Portugal Vivo cite systématiquement le journal source avec un link vers celui-ci.
Mentions Légales : PORTUGAL VIVO - 102 avenue des Champs Elysées, 75008 Paris - France | SARL au capital de 15.000 ââ€Å¡¬uros - R.C.S. Paris B 441 119 286 | Représentant Légal : Jorge Loureiro | email : net@portugalvivo.com