Página inicial do sítio > Informação > Notícias (Press Review) > Portugueses no Mundo > Bolsa de 1,5 milhões de euros para investigadora portuguesa

Bolsa de 1,5 milhões de euros para investigadora portuguesa

Ciência

sábado 13 de Dezembro de 2014, por Destak

Todas as versões deste artigo : [français] [Português]

Raquel Oliveira vai estudar como a morfologia dos cromossomas influencia a divisão celular.


Raquel Oliveira, investigadora principal do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), vai receber uma bolsa “Starting” (Starting Grant) do Conselho Europeu de Investigação (ERC) com o valor aproximado de 1,5 milhões de euros. Este financiamento de cinco anos irá apoiar Raquel Oliveira na sua investigação sobre como a morfologia dos cromossomas influencia a divisão celular.

Durante a divisão das células, a informação genética contida nos cromossomas necessita de ser distribuída igualmente pelas duas novas células que são formadas.

Se a distribuição do material genético for de algum modo perturbada, as células podem receber um número anómalo de cromossomas. Estas anomalias estão normalmente associada a muitas doenças, como é o caso do desenvolvimento de cancros, doenças genéticas e infertilidade. O projeto da investigadora Raquel Oliveira, agora financiado pela ERC, procura perceber melhor o papel dos cromossomas durante a divisão celular.

Com este projeto, Raquel Oliveira vai tentar compreender um dos maiores mistérios da biologia da célula: como é que o DNA se compacta em cromossomas durante a divisão celular. Raquel vai também investigar de que modo anomalias nos cromossomas afectam o desenvolvimento e a homeostasia dos tecidos.

«Não tenho palavras para descrever como estou feliz com este prémio, que vai ter um enorme impacto no desenvolvimento do meu recente grupo de investigação. Este grande financiamento dá-me estabilidade para focar na ciência que faço, em vez de estar constantemente preocupada com financiamento, que é escasso no atual panorama. Isto vai permitir-me dissecar questões fundamentais e desafiantes acerca da importância dos cromossomas durante a divisão celular», afirma a investigadora, em comunicado.

Além de Raquel Oliveira, outros quatro investigadores em Portugal receberam bolsas “Starting” do ERC, com um valor médio entre 1.5 a 2 milhões de euros para projetos de cinco anos.

Destak


PortugalVivo

Tous droits réservés (Portugal Vivo®) Ce site ainsi que sa charte graphique sont protégés par un copyright© international qui interdit toutes reproductions mêmes partielles.
La société Portugal Vivo® est habilitée à poursuivre toutes personnes morales ou physiques violant le copyright©
Dans le cadre de la revue de presse, Portugal Vivo utilise des articles ou photos dont il nâ€â„¢est pas lâ€â„¢auteur. Ces éléments restent la propriété de leur auteur. Portugal Vivo cite systématiquement le journal source avec un link vers celui-ci.
Mentions Légales : PORTUGAL VIVO - 102 avenue des Champs Elysées, 75008 Paris - France | SARL au capital de 15.000 ââ€Å¡¬uros - R.C.S. Paris B 441 119 286 | Représentant Légal : Jorge Loureiro | email : net@portugalvivo.com