Página inicial do sítio > Informação > Musica > BÏA

BÏA

Bossa nova com voz de veludo

segunda-feira 5 de Novembro de 2007, por Satellit Café

Todas as versões deste artigo : [français] [Português]

Quando sobe ao palco, emana uma aura misteriosa que nos deixa simultaneamente intrigados e encantados. É uma sensação que acaba por se dissipar deixando-a a nu, sob as luzes, entregando-se completamente ao público fascinado por ela que progressivamente se apaixona por um puro momento de magia… Uma revelação.


Com uma voz de veludo, esta jovem possui uma poesia inata fazendo com que saboreássemos a sonoridade das palavras das suas suaves bossas novas com arranjos extremamente requintados, para, de seguinte, arrastar-nos nas suas múltiplas peregrinações, sem nunca perder as suas raízes, partilha connosco a cultura dos diversos países onde viveu e misturando sempre o encanto com a festa, inicia alguns passos de dança e parte para sambas desenfreados. Bïa, fascina-nos, deixa-nos desconcertados, encanta-nos.

Sendo verdade que na música não existem fronteiras, nada impede que aqueles e aquelas que pelo mundo fora assistem aos espectáculos de Bïa morrem de vontade de atribuir-lhe o estatuto de imigrante artístico e visitar mais vezes a sua alma de viajante para saborear os seus ritmos envolventes. Porém, ao lançar a âncora na música fez desta a sua pátria.

É doce, delicada, mantem no mais profundo do seu ser, como se fosse para os salveguardar, todos os sabores do Brasil onde nasceu, todos os novos meios de expressão, as novas linhas de pensamento, talvez até mesmo de cantar.

Conhece todos os clássicos da música popular brasileira que ela própria interpretou e até traduziu mas também os que pertencem à América Latina onde viveu. Acrescentou também ao seu repertório belas traduções em Português das mais belas canções francesas, indo de Souchon a Brassens, passando por Gainsbourg e Maxime Leforestier. Todavia, graças a sua grande criatividade e extrema sensibilidade, pode cantar seja o que for que há sempre este swing repleto de doçura e delicadeza que é inato nela.

DISCOGRAFA : :
- Coeur Vagabond, Sony / BMG – 2006
- Carmin, Saravah – 2003
- Sources, Saravah – 2000
- La mémoire du vent, Saravah – 1999

Em concerto, dia 30 de Novembro de 2007, às 21h, no SATELLIT Café (44 rue de la Folie Méricourt - 75011 Paris - France - www.satellit-cafe.com)

Ver online : www.biamusik.com

Satellit Café

44, rue de la Folie Méricourt - 75011 Paris - France - Tél. 01 47 00 48 87

1 Mensagem

  • BÏA

    26 de Junho de 2008 11:06, por anacris

    eu gostaria de saber como tanho que fazer para encomendar os discos de musica que vaijo neste sit ombrigada pela resposta.
    gostaria de encotrare o disco de Oracoes MELODIA DE MAIO peregrinos de fatima


Ligiana
•••
Botafogo
•••
BÏA
•••
MARIANA AYDAR
•••
Manu Le Prince
•••

PortugalVivo

Tous droits réservés (Portugal Vivo®) Ce site ainsi que sa charte graphique sont protégés par un copyright© international qui interdit toutes reproductions mêmes partielles.
La société Portugal Vivo® est habilitée à poursuivre toutes personnes morales ou physiques violant le copyright©
Dans le cadre de la revue de presse, Portugal Vivo utilise des articles ou photos dont il nâ€â„¢est pas lâ€â„¢auteur. Ces éléments restent la propriété de leur auteur. Portugal Vivo cite systématiquement le journal source avec un link vers celui-ci.
Mentions Légales : PORTUGAL VIVO - 102 avenue des Champs Elysées, 75008 Paris - France | SARL au capital de 15.000 ââ€Å¡¬uros - R.C.S. Paris B 441 119 286 | Représentant Légal : Jorge Loureiro | email : net@portugalvivo.com