Página inicial do sítio > Informação > Notícias (Press Review) > Portugal (Notícias) > ARCO começa quarta-feira com treze galerias portuguesas

ARCO começa quarta-feira com treze galerias portuguesas

FINLÂNDIA EM FOCO

terça-feira 18 de Fevereiro de 2014, por Diário de Notícias

Todas as versões deste artigo : [français] [Português]

A 33.ª edição da Feira Internacional de Arte Contemporânea da capital espanhola, ARCO Madrid, começa na quarta-feira, com a Finlândia em foco e a participação de 13 galerias portuguesas, num total de 219, provenientes de 23 países.


Organizada pela Feira de Madrid (IFEMA), o certame vai decorrer até 23 de fevereiro e a organização do certame está otimista sobre as vendas, devido à recente decisão do Governo espanhol de baixar o IVA para 10%, na compra de arte.

No final de janeiro, quando a organização esteve em Lisboa para apresentar a atual edição, o diretor-geral da IFEMA, Fermín Lucas, o diretor da feira, Carlos Urroz, e o representante português no comité de seleção das galerias, Pedro Cera, sublinharam as expectativas elevadas das galerias que vão participar no certame, devido ao "contexto económico positivo".

"O mercado espanhol de arte tornou-se fundamental para muitas galerias portuguesas e as melhorias económicas registadas nos últimos meses elevaram as expectativas", assinalou, na altura, Pedro Cera, também galerista.

Portugal vai estar representado com um total de 13 galerias de arte - tantas como as do país convidado deste ano -, estando onze portuguesas no programa geral e duas numa secção paralela, a Opening.

"Desde que deixou de existir a Feira ARTE Lisboa, ir à ARCO Madrid tornou-se ainda mais importante para algumas galerias portuguesas", salientou.

Em 2012, a feira ARCO Madrid recebeu 140 mil visitantes e, em 2013, a afluência caiu para 118 mil, sendo que os portugueses estão em número significativo nas entradas.

Portugal terá onze galerias no programa geral e duas na secção Opening, sendo que nove galerias são de Lisboa, duas do Porto, uma de Braga e uma de Ponta Delgada, nos Açores.

A organização estabeleceu uma parceria com a Fundação Frame e a embaixada finlandesa na capital espanhola, para mostrar ao público uma visão ampla da arte contemporânea da Finlândia.

Os Estados Unidos, Reino Unido, França, Holanda, Itália, Dinamarca, Brasil, Argentina e Áustria, entre outros, também vão marcar presença.
De Portugal estarão presentes, no programa geral, as galerias Baginski, Carlos Carvalho Arte Contemporânea, Cristina Guerra, Filomena Soares, Graça Brandão, Pedro Cera e Vera Cortés, de Lisboa, Quadrado Azul e Galeria Múrias Centeno, do Porto, Mário Sequeira, de Braga, e Fonseca Macedo Arte Contemporânea, de Ponta Delgada.

Na secção Opening, destinada a galerias com menos de sete anos, vão estar a 3+1 Arte Contemporânea e a Belo-Galsterer, ambas de Lisboa.

Diário de Notícias


PortugalVivo

Tous droits réservés (Portugal Vivo®) Ce site ainsi que sa charte graphique sont protégés par un copyright© international qui interdit toutes reproductions mêmes partielles.
La société Portugal Vivo® est habilitée à poursuivre toutes personnes morales ou physiques violant le copyright©
Dans le cadre de la revue de presse, Portugal Vivo utilise des articles ou photos dont il nâ€â„¢est pas lâ€â„¢auteur. Ces éléments restent la propriété de leur auteur. Portugal Vivo cite systématiquement le journal source avec un link vers celui-ci.
Mentions Légales : PORTUGAL VIVO - 102 avenue des Champs Elysées, 75008 Paris - France | SARL au capital de 15.000 ââ€Å¡¬uros - R.C.S. Paris B 441 119 286 | Représentant Légal : Jorge Loureiro | email : net@portugalvivo.com